/Cliente: a alma do negócio

Cliente: a alma do negócio

“Já não basta satisfazer clientes, é preciso encantá-los”

Essa frase de Philip Kotler (considerado o principal nome do marketing atual) representa perfeitamente o comportamento do cliente de hoje.

Ele não quer mais ser convencido de que precisa de algo, ele precisa ser visto, compreendido e ter seus problemas solucionados.

Hoje, este cliente escolhe quem melhor o representa. Não importa quantas vantagens uma marca possa lhe trazer, lhe tentar empurrar, quem tem o poder de decisão é ele, e ele sabe disso.

E se você parar pra pensar, você já percebeu como a publicidade mudou nos últimos tempos?

Como as empresas passaram a se preocupar com seus clientes, a conhecer de perto sua realidade, suas histórias e como isso impactou realmente na relação cliente/ empresa?

Esses novos consumidores fizeram as marcas repensarem suas posturas e procurarem entender que não bastam apenas prestarem serviços, elas precisam entregar valor a seus clientes.

O cliente que se sente valorizado é o que faz da marca parte da sua vida, da sua rotina.

E para se estabelecer essa conexão cliente x empresa você tem que ter algumas atitudes dentro do negócio, como:

– O seu cliente é seu patrão: você ganha o que você ganha por que o seu cliente te paga. Ninguém é mais importante e merece mais atenção que ele.

– Você é a solução para alguém: para que e para quem você cria seu produto? Para que e para quem você presta seu serviço? Você tem que ter um propósito naquilo que você realiza e neste caso o propósito é tornar a vida do seu cliente melhor. É trazer a ele a solução que ele tanto precisa.

– Sua empresa tem que focar totalmente no cliente: não só você como dono do negócio, mas toda sua equipe, todos seus funcionários, colaboradores, precisam entender a importância que o cliente tem. Tudo existe por causa dele e para ele e todos devem trabalhar em função disso.

– Não se acomode, a concorrência está aí: se você não dá atenção que seu cliente merece, com certeza outro dará. Isso é um relacionamento e como em todo relacionamento a sua felicidade tem de estar em fazer o outro feliz, no caso, seu cliente.

O mais importante disso é que você entenda que os laços que você cria com seus clientes devem ser, acima de tudo, verdadeiros, confiáveis e gratificantes.

Seja grato ao seu cliente e demostre interesse em tê-lo com você. Afinal, você só existe porque ele existe e um depende do outro.

 

 

 

Deixe o seu Comentário

Comentários